Ausência de ACM Neto é destaque em audiência que discute limites territoriais entre Salvador e Lauro de Freitas

c9679690-3055-4b18-9418-e17868fe64a0

A Comissão de Assuntos Territoriais da Assembleia Legislativa da Bahia promoveu, nesta quarta-feira (4), uma audiência pública com o objetivo de discutir os limites territoriais entre Salvador e Lauro de Freitas. O ponto de debate girou em torno de algumas áreas que ficam na divisa das duas cidades, uma vez que a prefeitura de Salvador enviou e aprovou, recentemente, na Câmara de Vereadores, um projeto de lei que indica como parte do município áreas dos bairros de Itinga, Areia Branca, Cassange, Barro Duro, Quinta da Glória e Capelão, historicamente pertencentes a Lauro de Freitas. O evento contou com a presença da prefeita Moema Gramacho (PT), representantes do IBGE e da Superintendência de Estudos Econômicos (SEI), vereadores, deputados e a população diretamente impactada pela mudança.

Em nome da Secretaria Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) de Salvador, Elba Veiga sugeriu um encontro técnico entre partes dos dois municípios para discutir o assunto, o que foi prontamente acatado pela prefeita Moema Gramacho com uma ressalva: “Sei que as reuniões são técnicas mas gostaria de estar presente e, se não for pedir muito, que o prefeito de Salvador também esteja”. A crítica se deu em decorrência da ausência de ACM Neto na audiência, o que gerou bastante descontentamento e foi duramente cobrada em todos os pronunciamentos. Representando Salvador, além de Veiga, somente uma vereadora de Salvador, Aladilce Souza, se fez presente na mesa.

Para o líder do PT na ALBA, deputado Joseildo Ramos, é lamentável que a representação de Salvador se esgote em apenas um parlamentar diante de um assunto tão importante para os dois municípios. “Isso soa de uma arrogância enorme. Era o prefeito quem deveria estar aqui para fazer o bom combate, nessa situação que é muito séria. E não vai ser a caneta de nenhum governante que vai anexar territórios. O tempo desse Brasil já passou. A Bahia de antigamente já passou”, defendeu.

Comentários

Comentários

Posted in Notícias and tagged , , , , .