Deputado Joseildo busca solução para conflito sobre o uso da água em Correntina

Diante dos conflitos ocorridos no município de Correntina por conta dos prejuízos causados às comunidades ribeirinhas diante da captação de água do Rio Arrojado por parte de empresas agrícolas pertencentes ao grupo Igarashi, os deputados Joseildo Ramos e Neusa Cadore, em nome da bancada petista da Assembleia Legislativa, estiveram em audiência, nesta quarta-feira (6), com a Secretaria de Meio Ambiente do Estado (Sema) em busca de uma solução. Eles foram recebidos pelo secretário da pasta, Geraldo Reis, que afirmou estar produzindo um plano de intervenção naquela região que envolve inovação tecnológica e um diagnóstico completo sobre a situação, incluindo assistência técnica prioritária para agricultores familiares.

As queixas dos ribeirinhos, especialmente dos agricultores familiares da região, se baseiam na fragilização de nascentes, além da diminuição da vasão do Rio Arrojado, um dos afluentes do Rio Corrente, o que pode prejudicar o ciclo hidrológico de diversos rios da região. A percepção do prejuízo vem sendo causada a partir da captação de água para sistemas de irrigação utilizados por fazendas do grupo Igarash. “É preciso preservar as nascentes e procurar uma solução socioambientalmente responsável com o uso racional das águas da Bacia do Rio Corrente. A intenção de nossa vinda aqui na Sema foi exatamente buscar alternativas para a pacificação e garantia do abastecimento para agricultores familiares da região”.

O secretário Geraldo Reis explicou sobre o plano de intervenção que está sendo criado para enfrentar o problema e destacou algumas ações que já estão sendo encaminhadas para dar agilidade ao processo. “Por determinação do governador, estamos abrindo uma licitação para contratar o serviço de cadastro dos usuários de toda a bacia do Rio Corrente, em especial do Rio Arrojado. Um investimento de aproximadamente R$ 800 mil.” Além disso, ele também destacou que a secretaria está se empenhando na captação de recursos para a aquisição dos medidores de vasão do rio. “Queremos implantar mais 12 medidores na bacia do Rio Corrente e na bacia do Rio Grande. Com eles, teremos, em tempo real, a vasão dos rios em todas as suas etapas”, afirmou.

Ainda, como fruto da reunião, será realizado um encontro entre as comissões de Meio Ambiente e Agricultura da Assembleia Legislativa da Bahia para discutir a problemática e apresentar aos envolvidos as ações previstas pela Sema.

Comentários

Comentários

Posted in Notícias and tagged , , .